24 de fev de 2008

Apesar da saudade

Apesar da saudade, não me lembro
dos dias que voltavam solitários
de tua casa de poeira e sal
trazendo um filtro branco entre os dentes
trincados de frio e urticária.

Denso de silêncio o meu abandono
perdeu-se no pêlo de algum cão
sem dono que te esmola no Aterro.
Em todas as noites, permanecia
plenamente particular, dispersa,

como os teus mais educados hábitos,
a fisionomia do meu estado
de aura em fotografias sem flash
e sem pixels, o que é bem pior.
O destino nos pregou uma peça,

em molduras nada familiares
enquadrou nossa dispersão de milho
aos pombos de uma avenida central,
desintegrados cúmplices voando
em desconhecimento mútuo.


6 de fev de 2008

It’s Miles me

para Carlos Andreas
Miles’ smiles irrompem no jump
e o vulcão extrapola, descamba
cadillacs enguiçados não resistem
ao mainstream. Miles com smiles
na blusa recusa a camisa de força
acusa o cash, cansado de lobby.
Interrompe o jump ininterrupto,
recalca o golpe de ar — n’outro sopro
celebra o uso direto do fluxo
aproveita a fusão de calor e tornado.
Próximo ao canyon dirige entre pausas
Herbie, como se falasse,
distingue frases fortes de abruptas.
Característico e heróico no jump
Miles e seus smiles interrompem
o sarcasmo amarelo do smile
estampado na camisa apropriada
guess?