27 de abr de 2008

Dizzie Carleto - por Carlos Andreas

Chegando ao canyon, oitenta dias após a entrada dos Tebanos em Platéia, vi a força maciça dos acampamentos lacedemônios reunidas na crista da montanha. Eram músicos negros que mantinham sua formação inalterada desde os tempos da Dixieland.
Nesse ínterim, Brasidas, temendo a vinda das naus de Tasos, e tendo ouvido dizer que Tucídides era o detentor dos direitos de exploração das minas de ouro naquela parte da Trácia, resolveu prosseguir com a demolição das muralhas; colocou Frank Snyder na Bateria e Louis Black no banjo.
Siracusa animava Count Basie e o trombonista Urbie Green recebia claras influências da música européia de salão, não eram mais as mesmas orquestras dos anos 40 mas new Orleans também se modernizava com as modulações do Kansas City Jazz.
Joe Henderson mal conhecia Coleman Hawkins ou outra técnica que pudesse produzir dinheiro; os hotéis que frequentava com o baterista Max Roach eram como o menino desatento de Illinois; Whispering the songs of Morpheus while Giant steps soam como o folclore de My favorite Things.
Já Magnus Barfod, quando no ano de 1102 empreende a conquista geral dos reinos da Irlanda, esquece que Abel e Caim se encontram como os ossos aos cães e se um leitor indigno se pergunta onde estará Miles Coelho ou Andreas, é que a velhice como tal em breve saberá quem somos.

24 de abr de 2008

Lançamento - Inimigo Rumor 20


Não percam!


6 de abr de 2008

Amor original pintado em primavera

o mundo acabado sob nossos pés
e insistimos em traçar planilhas
de fato faremos em seis dias
de descanso muito mais de tudo
que foi já feito
de um palito de Fiat lux
no caos do nosso quarto
em momentos de descaso
bordaremos na superfície do lençol
entre cócegas e sorrisos
um sol de luzes fluorescentes
e um céu de relevos
como se desenham
nas tuas tatuagens
narrativas de vislumbres
e mares abertos

pousado sobre teus ombros
eu conheço cada palmo
e hemisfério do meu mundo

novo (e admirável?)
no teu pulso e nos teus passos
mas fomos expulsos do paraíso
ao darmos abrigo à serpente
e num golpe de sorte (segredo!)
ela me ensinou sua receita favorita
torta de maçã
de imperfeições
nasceram nossos filhos
e aí está a ironia original
a prova da nossa existência

original pintada em primavera